CD especial é lançado para acompanhar cruz da JMJ no Brasil

Fabiano Fachini 02 set 2011 1

Para acompanhar a peregrinação da cruz e do ícone de Nossa Senhora pelas dioceses brasileiras em preparação para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) de 2013, no Rio de Janeiro, a Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude (CEPJ), da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em parceria com gravadoras católicas, está lançando o primeiro dos três CDs especiais da JMJ 2013.

Intitulado “No peito eu levo uma cruz”, este primeiro álbum é uma coletânea de13 canções já consagradas entre os católicos sobre o tema da cruz e de Nossa Senhora, interpretadas por vozes como Ziza Fernandes, Zé Vicente, padre Fábio de Melo, entre outros. Mas o destaque do disco é a regravação da canção “Nova geração”, do padre Zezinho, cujo refrão dá nome ao CD. Há também uma faixa interativa com fotos, partituras, e o videoclipe da música tema.

Esta canção começa com a voz do compositor, em sua primeira gravação, na década de 70. Em seguida, a música continua nas vozes de cantores dos mais diferentes estilos musicais de várias partes do país, concluindo novamente com a voz do autor, quase 40 anos depois, cantando a frase: “Eu creio na força do jovem que segue o caminho o caminho do Cristo Jesus”. Em seguida, refrão é cantado por todos os músicos no ritmo do samba característico da sede da próxima JMJ.

A gravação dessa canção aconteceu no histórico encontro entre músicos católicos na sede da gravadora Paulinas-Comep, em São Paulo, em 21 de junho. Nesta ocasião, mais de 80 músicos de expressão nacional partilharam experiências na missão de evangelizar pela música e também participaram de um momento de formação.

Neste encontro, o presidente da CEPJ, dom Eduardo Pinheiro da Silva, bispo auxiliar de Campo Grande (MS), refletiu com os músicos sobre a preocupação da CNBB para que os cantores e compositores trabalharem em suas músicas temas que favoreçam o encontro entre os jovens, bem como a necessidade de expressar em suas canções as diferentes obras sociais que os próprios jovens realizam na Igreja. “A Igreja Católica faz muitas coisas bonitas para a sociedade e para cultura e às vezes não comunicamos isto”, afirmou.

Para produzir os CDs, padre Joãozinho, cantor e compositor, foi convidado pela Comissão para Juventude para a missão de promover a unidade entre as diferentes expressões da música católica neste projeto de evangelização da juventude. O sacerdote dehoniano explicou que além do primeiro CD, gravado pela Comep, já está sendo produzido um segundo álbum, pela Canção Nova, que apresentará 12 hinos que marcaram as Jornadas Mundiais da Juventude. O terceiro CD, que será gravado pela Codimuc, apresentará canções inéditas para JMJ 2013.

Padre Joãozinho ficou muito feliz por participar desse projeto. Ele contou que escolha da música tema do CD correspondeu à proposta da CNBB: “mostrar a unidade da juventude no Brasil”.

O padre relatou, ainda, que a maneira como os músicos foram convidados foi a mais surpreendente. Quando ele lançou a idéia do CD nas redes sociais, principalmente no twitter, os músicos começaram a se manifestar e a aderir ao projeto. Só não participaram aqueles que realmente não puderam desmarcar compromissos em suas agendas. “Tudo foi via internet”, disse.

Para o padre Joãozinho, a Igreja vive um momento muito forte com a preparação da próxima JMJ. Mas chamou a atenção para o fato de a Igreja não viver apenas de momentos celebrativos. “Acredito que a pré-jornada com cruz indica uma pós-jornada”, afirmou, destacando a jornada deve ter continuidade.

De acordo com o assessor nacional da juventude, padre Carlos Sávio da Costa Ribeiro, a Igreja no Brasil vive um momento privilegiado em relação à evangelização da juventude confirmado pelo recorde de participação brasileira na Jornada Mundial da Juventude (JMJ) em Madri, quase 15 mil inscritos, mas principalmente pela escolha do Brasil para acolher a próxima jornada.

A peregrinação da cruz e do ícone de Nossa Senhora começa no dia 18 de setembro, no grande evento de evangelização “Bote Fé”, realizado próximo ao Campo de Marte, em São Paulo.

Músicos se emocionam com projeto

Padre Zezinho, compositor da música tema do CD, afirmou que a gravação e o encontro dos artistas foram a realização de um sonho. “Seria lindo se tivéssemos todos os anos um encontro como este entre os cantores da fé”. Ele ressaltou a importância dos músicos católicos na missão da Igreja, uma vez que eles podem chegar, por meio de suas canções, aonde os pregadores e catequistas muitas vezes não chegam.

Para o cantor e compositor Walmir Alencar, do Ministério Adoração e Vida, o encontro dos músicos foi um momento de muita emoção. “Quando eu ouvi o timbre de todos os cantores cantando juntos eu fiquei arrepiado. Eu cheguei a relatar ao padre Joãozinho que talvez esta seja a única vez que conseguimos tirar um timbre assim. A graça que Deus derramou sobre nós nesse dia foi única”.

“Foi um presente de Deus para mim. Fiquei muito feliz de ver a música católica dando estes frutos maravilhosos. Acho que não foi um sonho só do padre Zezinho, mas de muitos de nós”, relatou a cantora Olívia Ferreira, do projeto Louvor Acústico.

O cantor mineiro Eros Biondini também se emocionou com o encontro. “Acredito que dentro da proposta de nova evangelização já apresentada pelo Papa João Paulo II, a música se encaixa como uma luva. A música católica que nós cantamos é a trilha sonora da nova geração, dessa história de salvação, de manifestação da fé de um povo que realmente abriu seu coração para Cristo”, disse.

O CD “No peito eu levo uma Cruz” está à venda em todas as Livrarias Paulinas do país ou pela livraria virtual.

Por Arquidiocese de São Paulo
Fernando Geronazzo e Luciney Martins (fotos)

Comentários via Facebook:

1 comentário »

  1. clovis renan da silva rezeres 18 set 2011 em 16:58 - Reply

    gostaria de agradecer por esta iniciativa de dar oportunidade para novos compositores como eu que estou engatinhando neste ramo de compor comecei este ano a compor e motivado por meu compadre compus uma simples canção para a jornada mundial de 2013 e ao comunica-lo que tinha composto me questionou perguntando quantas musicas eu tinha feito, e disse com toda a humildade que tinha feito uma, e com esse questionamento me insentivou meis uma vez a compor outra musica. en tçao gostaria de enviar estas canções para a triagem. se receberem e escutarem para mim ja será uma vitória em nome de Jesus e uma emoção como foi para os cantores ja consagrados da musica catolica que participaram da gravação do primeiro cd. obrigado de todo o meu coração e que Deus os abençoe aguardo um retorno se possivel. que a paz de jesus estejam com todos voces.

Deixar uma resposta »